segunda-feira, 5 de junho de 2017

Olhos cor de mel Sem a vogal "A"





  
O timbre de voz é forte e me enlouquece.
Os olhos cor de mel dentro dos meus
olhos verdes sedentos, cheios de brilho,
instigou dois seres 
com desejos profundos
de unirem seus corpos.

O rosto tem pele de pêssego,
O porte, é um monumento!
Em teu corpo me conforto.
Dos beijos tiro proveito,
deliro com teus mimos
me perco em teu mundo
Que deslumbre!

 Em ti encontrei meu norte,
O porto seguro que preciso.
Sou mesmo mulher de sorte!
Que perdure esse nosso doce viver!
És meu eterno bem querer.

dinapoetisadapaz