terça-feira, 6 de junho de 2017

Jeito de compor (sem a vogal ( "A")



Meu jeito de compor,
Tem um que eclético
Tem um pouco de humor
Os meus versos sintéticos.

No peito, eu escondo
Esses versos sem preço,
E se me vem o imbondo
Nem ponho o endereço.

Leio, releio e espero
Que o leitor sincero,
Condene ou recomende.
Versos que escrevo, tende

e pretende crescer .
Porém se decrescer
Com ele serei severo,
Ou muito triste irei fenecer.

Leitores, meus leitores
Vocês meus redentores
O texto que vos deixo
No cerebelo fez remeleixo.
dinapoetisadapaz